PESSOAS IGUAIS, PRODUTOS DIFERENTES

AS NOSSAS ESTRUTURAS DE PRODUÇÃO DE BENS E SERVIÇOS FORAM CRIADAS COM DOIS OBJETIVOS ESSENCIAIS:

  • Inserção socioprofissional de pessoas portadoras de deficiência;
  • Reforço das fontes de financiamento.

 

Fornecemos produtos e serviços de grande qualidade com a vantagem competitiva que resulta da flexibilidade de adaptação a novos processos a todo o momento. A orientação ao cliente está presente em tudo o que fazemos.

Somos um integrador ao serviço da indústria, cooperando com os clientes no desenvolvimento de processos de produção dos componentes manipulados dos seus produtos.

Os processos de acabamento das partes de um produto final colocam em causa a viabilidade desses artigos e são para a ARCIL um desafio importante de conceção e desenvolvimento de uma solução economicamente interessante, que potencia o volume de postos de trabalho que criamos para pessoas com deficiência. A nossa presença no mercado procura relações de cooperação sólidas e reguladas por instrumentos contratuais com os clientes, procurando integrar com sucesso as suas necessidades às possibilidades dos processos instalados ou a desenvolver.

ARCILCerâmica
ARCILSaúde
ARCILAgro
Café Parque
ARCILLav
ARCILVerde
ARCILMadeiras
Impacto Positivo
(mais…)

AS URCP’S DA ARCIL

Além do objetivo de gerar receitas que contribuam para o financiamento da Instituição, assumem uma enorme importância no que se refere à concretização da sua MISSÃO, designadamente ao nível das diversas áreas da reabilitação. Constituem-se como espaços de trabalho e formação, intrinsecamente inclusivos, que possibilitam numa mesma linha de produção a coexistência, com dignidade, de pessoas sem deficiência e pessoas com diversos tipos de incapacidade.
Estas características, possuindo um valor inestimável, são, para a Instituição, dificilmente quantificáveis sob o ponto de vista financeiro, representando um enorme valor para as pessoas envolvidas, para os seus agregados e para a sociedade no seu todo.

 

INTEGRAÇÃO NO MERCADO NORMAL DE TRABALHO

Em conjunto, as URCPs e Serviços de Logística, empregam o total de 149 pessoas, 47 com deficiência enquadradas no Centro de Emprego Protegido (CEP), constituindo-se, muitas vezes como a única possibilidade de emprego para um conjunto de pessoas cuja integração no mercado normal de trabalho se afigura de grande dificuldade e em condições de grande desigualdade de oportunidades, situação que se mantém desde final da década de 80;

 

FORMAÇÃO PROFISSIONAL

No que à Formação Profissional se reporta, as URCPs afiguram-se como um espaço privilegiado para a preparação de formandos para o mercado de trabalho, considerando que estes são portadores de incapacidades e/ou oriundos de meios económico-sociais desfavorecidos, estando, na maioria das vezes, ambas as condições correlacionadas;

CENTRO DE ATIVIDADES OCUPACIONAIS

Também no que diz respeito ao Centro de Atividades Ocupacionais (CAO), os espaços produtivos possibilitaram a realização de atividades a 29 clientes que, por um lado, permitiram dar resposta às caraterísticas enquadradas em CAO socialmente útil, e que o tecido empresarial da região não tem possibilidades de integrar, e, por outro, permitiu uma abordagem técnica integrada num processo de reabilitação inclusivo.